terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Retirado do Blog do Exmo. Senador Álvaro Dias e meu comentário.

Ao receber a faixa das mãos do presidente Lula, no próximo dia 1º, Dilma Rousseff herdará a máquina federal com quase a metade da cúpula dos cargos de confiança, sem concurso público, tomada por sindicalistas, informa reportagem deSilvio Navarro, publicada na edição desta segunda-feira da Folha. Sem vínculo umbilical com o sindicalismo, ao contrário do antecessor, Dilma terá de administrar a pressão das centrais sindicais para manter e ampliar a cota desses cargos, os chamados DAS 5 a 6 (Direção e Assessoramento Superiores) e NES (Natureza Especial).De acordo com dados do Ministério do Planejamento, há hoje 1.305 cargos dessa natureza. A remuneração chega a R$ 22 mil mensais. Segundo estudo da cientista política Maria Celina D’Araújo, da PUC-RJ, autora de “A Elite Dirigente do Governo Lula”, quase metade (42,8%) dos ocupantes desses cargos atualmente são filiados a sindicatos. Desse total, 84,3% são petistas. Os principais ramos que conseguiram cargos são os bancários, a área dos professores e os petroleiros. Ao todo, o governo federal tem cerca de 22 mil cargos de confiança, mas esses 1.305 são a elite do batalhão de comissionados.








José Paulo De Resende Caro Senador Álvaro Dias, colegas e amigos Variguianos a República Sindicalista tomou conta do Brasil e isto vem acontecendo desde a chegada ao poder de Lula e sua turma. Inclusive o pessoal do SNA - Sindicato Nacional dos Aeronautas que vive cantando loas ao Governo do PT. Afinal de contas eles, dirigentes do SNA não querem perder a boquinha. Foram subservientes ao Governo do senhor Lula e continuarão a ser no governo da senhora Dilma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário