quarta-feira, 7 de abril de 2010

Retirado do Blog Blogspelademocracia e postado aqui.





ESSA ASSASSINA MUDA DE CARAPUÇA CONFORME A NECESSIDADE. CONTINUA DESFILANDO A SUA CARA-DE-PAU POR ONDE VÁ. VALE TUDO EM NOME DE UNS VOTINHOS A MAIS DA PARTE DOS MENOS ILUSTRADOS.


Flores para Tancredo
Em 1984, o PT disse não à eleição de Tancredo Neves no colégio eleitoral. Ontem, Dilma Rousseff, candidata do partido à sucessão de Lula, e que à época era do PDT, foi pragmática. De olho no voto dos mineiros, visitou São João del-Rei e fez homenagem ao ex-presidente.

Dilma Rousseff despositou uma coroa de flores no túmulo do Tancredo Neves, durante visita a São João del-Rei

A homenagem de Dilma Rousseff a Tancredo Neves chega com 25 anos de atraso e sem explicações devidas e nunca apresentadas todo esse tempo.O PT, partido ao qual Dilma Rousseff aderiu recentemente, mas que hoje representa no nível mais alto, negou apoio a Tancredo Neves e ao pacto de transição democrática que sua candidatura presidencial possibilitou.Intransigente no erro, o PT expulsou seus deputados que entenderam a importância desse pacto para o Brasil e votaram em Tancredo no colégio eleitoral.Luis Inácio Lula da Silva, numa de suas lamentáveis bravatas oposicionistas, desprezou a proposta de diálogo entre trabalhadores e empresários formulada por Tancredo em sua pregação.Com a arrogância habitual, nem o PT, nem Dilma Rousseff, nem Lula da Silva jamais se retrataram por suas posições equivocadas e mesquinhas nesse passo decisivo da caminhada do Brasil rumo à democracia.Da mesma forma, jamais se retrataram da negativa de apoio a outro mineiro ilustre, Itamar Franco, quando lhe coube a missão de resgatar a democracia brasileira dos descaminhos de Collor de Mello - hoje aliado dileto do governo Lula e da candidatura de Dilma Rousseff.Tardia e mal explicada, a homenagem a Tancredo Neves se reduz a uma encenação com as marcas inconfundíveis da impostura e do oportunismo, presentes em outras passagens da carreira da neo-petista Dilma Rousseff.

Um comentário:

  1. Ela, dona Dilma, agora até chora em Batizado de neném ( frase do Jornalista Claudio Humberto ). Ela agora faz e fará de tudo para angariar votos.
    Todo o cuidado é pouco com esta senhora!

    ResponderExcluir