domingo, 30 de maio de 2010

Amanhã dia 31 de maio de 2010. Dia Internacional do Comissário/a de Bordo. NADA A COMEMORAR.



Amanhã é o dia que se comemora o Dia Internacional do Comissário/a de Bordo.
Este dia foi criado em 1979 quando da Realização do Primeiro Concov realizado na Cidade do Rio de Janeiro pela Acvar ( Associação de Comissários da Varig ) com a participação de vários comissários/as de bordo de companhias estrangeiras e congêneres nacionais.
Infelizmente amanhã não há nada a comemorar pelos atuais comissários/as de vôo brasileiros e nem pelos comissários/as aposentados da Varig, Transbrasil e Vasp.

Os Comissários/as de bordo da Varig, hoje aposentados, estão há mais de 4 anos passando por sérias dificuldades financeiras após a Intervenção e Liquidação dos planos I e II da Varig no Instituto Aerus. O mesmo ocorre com os Comissários da Transbrasil. O que não dizer então dos Comissários/as aposentados da Vasp que também estão há muito mais tempo passando por sérias dificuldades financeiras também. Desde o fim do Instituto Aeros ( Vasp ).

Os atuais homens e mulheres que são tripulantes de cabine das atuais companhias aéreas brasileiras podem sofrer um réves se a Atual Presidente da ANAC ( Senhora Solange ) conseguir a redução do número de tripulantes nas cabines dos aviões brasileiros.
Ela e sua ANAC estão propondo que ao invés de 4 comissários/as em aviões de 4 portas o mesmo possa voar com menos 1 comissário/a de bordo. Quer dizer voar com apenas 3 comissários/as de bordo.

" Convocamos a categoria para manifestação Dia 31 de maio de 2010 às 11 horas - Dia Internacional do Comissário de Vôo, em repúdio à redução do número de comissários a bordo das aeronaves civis brasileiras, autorizadas pela ANAC em março deste ano, que resultará no curto e médio prazo na perda de centenas ou milhares de postos de trabalho, estimulando as empresas a trabalharem com padrões mínimos de segurança de vôo em detrimento de padrões mais elevados de segurança operacional ".


Isto é muito sério pois coloca em risco a segurança dos passageiros e também dos tripulantes.
Com menos 1 comissário ou comissária de bordo em caso de situação de emergência em um avião de 4 portas ( Boeings 737 por exemplo ) haverá mais dificuldades na hora de se evacuar passageiros destes aviões.
Quem comandará a saída rápida dos passageiros por esta porta que não terá mais um comissário para acioná-la em caso de emergência? Será um Passageiro que terá que ter esta obrigação na hora de uma emergência? O Passageiro não está preparado para estas situações de emergência. Isto não faz parte da Passagem!

Os profissionais de cabine da aviação, seja ela brasileira ou estrangeira, passam por testes e mais testes para avaliar a sua performance durante uma emergência. Cursos de Segurança de vôo , Emergência na Terra e no Mar são administrados pelas escolas de aviação existentes atualmente assim como eram administrados pelas antigas companhias aéreas brasileiras que infelizmente não mais existem.

Afinal de contas a função primordial dos Comissários e Comissárias de vôo é a segurança. Segurança é o ítem primordial nos cursos ministrados para se formar um Profissional que trabalhará em aviões.
O outros ítens, como serviço de bordo, etiqueta, relações públicas são importantes também, mas não mais importante que o ítem Segurança de Bordo.

Então a ANAC, ( Agência Nacional de Aviação Civil ) comandada atualmente pela senhora Solange, deveria lutar para manter o número de tripulantes de cabine igual ao número de portas dos aviões e não tentar reduzir este número.
Isto é um absurdo na minha opinião. Fui Comissário da Cruzeiro do Sul e da Varig por longos 27 anos e 9 meses. E a questão segurança sempre foi o ítem mais importante nos cursos ministrados pela Varig onde trabalhei. A questão segurança de bordo sempre foi o ponto alto dos cursos ministrados pela Varig aos seus Tripulantes de cabine.

O que está ganhando a senhora Solange e a ANAC ao pretenderem mudar este importante ítem de Segurança? Será que estão sendo pressionados pelos donos das companhias aéreas brasileiras?
Será que o Lucro é o ítem mais importante não só para a ANAC e senhora Solange como para as Companhias Aéreas Brasileiras ?

Amanhã haverá uma Manifestação em frente a ANAC ( Rio de Janeiro - Avenida Presidente Vargas 850 a partir das 11 horas da manhã ) para protestar contra estas novas medidas que a senhora Solange e sua ANAC querem colocar em prática.
Menos Comissário de bordo a bordo das Aeronaves Brasileiras é menos um posto de trabalho. Digamos Não para esta proposta.

Os Comissários Aposentados da Varig ( Grupo Movimento Acordo Já ) estarão presentes para lembrar também a todos que após 4 anos continuam passando privações e por sérias dificuldades financeiras depois da saída da VARIG do cenário da Aviação Civil Brasileira e depois da Intervenção do AERUS VARIG.

Vc, caro comissário e comissária de bordo que estão trabalhando atualmente devem comparecer a esta Manifestação e protestar para que esta questão não passe de maneira alguma. Que o número de Comissários/as de bordo seja igual ao número de portas das aeronaves brasileiras.

Os Usuários da Aviação Civil Brasileira devem saber o que a senhora Solange e sua ANAC estão tentando fazer.
A Segurança destes Usuários e dos próprios tripulantes de cabine é fator importante e que deve ser mantido.

SEGURANÇA É FATOR DEVERAS IMPORTANTE E DEVE SER MANTIDO.
COMPAREÇA AMANHÃ À ESTA MANIFESTAÇÃO CARO TRIPULANTE DE CABINE DAS COMPANHIAS AÉREAS BRASILEIRAS.
SUA PRESENÇA É IMPRESCINDÍVEL!

NÃO TEMOS NADA A COMEMORAR NO DIA DO COMISSÁRIO DE BORDO, MAS PODEMOS LUTAR PARA QUE NÃO SE MUDEM QUESTÕES IMPORTANTES RELACIONADAS A SEGURANÇA DE VÔO!

Assinado:
Comissário Aposentado Varig Paulo Resende
José Paulo de Resende
Itaipu - Niterói - Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário