domingo, 30 de maio de 2010

Dia Internacional do Comissário de Vôo. Texto do Comissário Carlos Lira




Dia Internacional do Comissário de Vôo
Dia de luto e dia de luta para quem se apercebe da gravidade do momento, para quem cumpre o mandamento da solidariedade, para quem tem o pensamento voltado à sobrevivência de uma categoria que ora está sofrendo a inclemência de uma grave turbulência provocada por parte das companhias de aviação, dos seus diretores que não respeitam o aeronauta comissário, que o relega a uma classificação secundária, que o vilipendiam e não o classificam como aeronauta. Além desse desrespeito pelo comissário de vôo, esses mesmos diretores não respeitam o passageiro que é o alvo número UM de uma empresa aérea bem sucedida. Lamentável sob todos os aspectos e sem esquecer os comissários de vôo desempregados, despedaçados, roubados e lançados nas brumas do esquecimento: as reais vítimas desta tragédia VARIG e deste plano de previdência chamado AERUS. É dia de luto, é dia de luta e dia de ira diante das cinzas a que reduziram a Varig, Vasp e Transbrasil.
Enquanto isso, os não solidários, oriundos desta mesma tragédia, festejam, comem e bebem a própria desgraça, degustam o próprio insucesso e bebem aos goles, num ritual satânico, o sangue dos que sucumbiram vitimados por este mesmo drama, São os que olham para o "próprio umbigo" - frase sobejamente pronunciada pelo presidente da APRUS. O "olhar para o próprio umbigo" significa falta de solidariedade pelos desempregados, pelos reais perdedores de vultosas quantias que ainda alimentam estes inclementes comensais. Dessa gente ouvi frases como: "que a Varig se exploda, eu quero é o meu RICO dinheirinho!". Pela falta de esclarecimento, numa ausência patente de sabedoria e prudência, os seguidores desta senhora sindicalista, deste senhor da APRUS e companhia limitada, estão se afundando, se finando e também virando cinzas...
Estou do lado dos que estão de luto, dos que lutam, dos desempregados e dos que procuram minorar a dor da perda, dos que procuram a partilha e dos que clamam por justiça. Estou distante deste banquete dos insensatos que festejam o acúmulo de fome, morte e miséria provocado exatamente por inoperância e ausência de inteligência para alcançar a verdade dos fatos. De uma coisa tenho certeza: eles jamais dormirão com a consciência tranquila e jamais dormirão o sono dos justos e vitoriosos. Erguerão brindes aos próprios opressores: à senhora sindicalista, ao senhor da APRUS, à FENTAC, ao interventor do AERUS e a outros mais que riem à rédea solta por tamanha imbecilidade!
Carlos Lira

Um comentário:

  1. Caros colegas aposentados e pensionistas do Aerus Varig,não vamos perde a esperança nem a fé por que a esperança,é a ultima que morre vamos acreditar no judiciario do nosso pais,por mais que ele seja lento mais não podemos deixar de lutar pelo nossos diretos, que pagamos por anos de nossas vidas.Como muito trabalho vamos continuar passando e-mail para os Senadores,deputados e veiculo de comunicação para que possamos ficar na midia cada dia que passa para relatar nossa problema,e que com certeza todos nos vamos vencer essa luta com muita fé em Deus.
    ASS.Luiz Almeida
    ex Inspetor de Manutenção de Aeronaves/Aposentado

    ResponderExcluir