sexta-feira, 7 de maio de 2010

Festa do 1º de maio. Dia do Trabalho......de macumba. Retirado do Blogpelademocracia



festa do 1º de Maio – dia do trabalho.... de macumba:


O Lula está em transe, está recebendo um Exu. Também está tão mal acompanhado... A dona Marisa está espremida (recebendo a Pomb-Gira!) – vai sair suco de botox e estourar bolsas de silicone!!! E a cara da Dilma? A Dilma, com essa cara, vai dar uma bolsada-família e um sonoro PEIDO! Ela vai criar o programa Bolsada-Família...

Um comentário:

  1. 07/05/2010 17h12 - Atualizado em 07/05/2010 17h13

    Brasil dará US$ 286 mi para pacote do FMI à Grécia, diz Mantega
    Aporte será feito com recursos das reservas internacionais.
    Para ministro, crise grega não oferece riscos ao Brasil.
    Do G1, em São Paulo

    imprimir
    O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta sexta-feira (7) que o Brasil vai colaborar com o pacote de auxílio financeiro à Grécia, que foi formulado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) e a União Europeia (UE). Segundo o ministro, o Brasil liberará US$ 286 milhões e os recursos sairão das reservas internacionais do país.

    "Nós vamos pegar (os recursos) das reservas, mas é uma conversão em direito especial de saque que vai para a reserva. A reserva não muda em função disso. É uma troca de aplicação, pois o direito especial de saque rende também juros."

    De acordo com o ministro, o nervosismo no mercado financeiro com a Grécia deve se dissipar em algumas semanas, com a implementação do pacote de 110 bilhões de euros, que cobrirá as necessidades do país para honrar compromissos com credores nos próximos três anos. Mantega participou nesta sexta de um almoço com um grupo de empresários, promovido pelo Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi).

    Para Mantega, houve uma "demora por parte da União Europeia" para se entender com a Grécia sobre o pacote de ajuda. "Essa demora acabou agravando a situação", disse. O ministro também disse que a crise atual é desdobramento da crise financeira de 2008 e que não há risco para o Brasil.

    "O Brasil é uma economia sólida, possui mais de US$ 245 bilhões de reservas e não será afetado pela crise na Europa", comentou.

    "O comércio mundial vai reagir de forma mais lenta, então vamos ter que esperar mais tempo para aumentar as exportações para a comunidade europeia. (...) Hoje o Brasil está crescendo em função do nosso mercado interno."

    ResponderExcluir