quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Em 8 anos, mínimo subiu menos que o feijão em 1 ano. Retirado do Blog do Exmo. Senador Alvaro Dias

Em 8 anos, mínimo subiu menos que o feijão em 1 ano

O projeto do governo Dilma que fixa em R$ 545 o novo valor do salário mínimo para 2011 registra o menor aumento real concedido desde 2003, início do governo Lula. Segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), quando a presidente sancionar o novo mínimo, o trabalhador brasileiro estará recebendo um aumento real de apenas 0,37% acima da inflação. Conforme o Dieese, o aumento real do salário mínimo foi de 54,25% desde 2003. Ou seja, em oito anos, o salário teve um ganho real menor do que o aumento total do feijão no ano de 2010. Descontada a inflação oficial, o preço do feijão aumentou 55% em apenas um ano, e a carne quase isso. Com o valor de R$ 545, aponta o Dieese, um salário mínimo consegue comprar 2,06 cestas básicas, exatamente o mesmo índice de 2010. Resumindo: o trabalhador e o aposentado saíram de mãos abanando com o novo salário.

Um comentário:

  1. Mas infelizmente o povo que recebe salário mínimo não se levantou para contestar este pífio aumento. Ele, povo, deve estar satisfeito com o aumentozinho dado por Dilma e seus aliados. Eh…ohoh…Vida de gado, povo marcado, povo feliz.

    ResponderExcluir