terça-feira, 22 de junho de 2010

Agora eles querem censura este Blog. Blog do Reynaldo Azevedo.




AGORA ELES QUEREM CENSURAR ESTE BLOG!!!
terça-feira, 22 de junho de 2010 | 21:31
(Vou manter este post, publicado originalmente às 17h32, aqui no alto por algum tempo; procurem novos posts abaixo dele; acabo de publicar outro intitulado “VAMOS LÁ, INSTRUINDO OS BOTOCUDOS E FAZENDO INDAGAÇÕES”)

A rede petralha está mais ativa do que nunca! Trabalhando a todo vapor! Inclusive aqueles financiados pela Lula News e pelas estatais. A questão da hora é um certo blog de apoio à candidatura de Dilma Rousseff. O Ministério Público Eleitoral o acusa de fazer campanha irregular. Parece que a página tentava arrecadar recursos pela Internet ou algo assim. Não li direito porque fiquei com preguiça e porque tenho mais o que fazer.


Escrevi, que eu me lembre, um único post a respeito. E disse, então, que achava a ação uma bobagem, uma irrelevância. Não faz sentido esse tipo de monitoramento — a questão envolvendo grana, eventualmente, pode esbarrar numa forma ilegal de arrecadação. Mas também não examinei o caso a fundo. Não sei quem é essa gente nem quero saber. Grave, já disse, é haver páginas financiadas por estatais ou blogueiros que recebem dinheiro público para fazer campanha. É disso que deveria se ocupar o Ministério Público Eleitoral.

Mas o que vai acima não é o objeto deste post. Mandam-me comentários publicados pelos petralhas num texto da Folha Online. Esses “comentaristas” revelam a sua real natureza. Eu, quando escrevi a respeito, não pedi censura a ninguém. Eles, abertamente, cobram que o Ministério Público Eleitoral tente me impedir de escrever. Acusação: este seria um blog pró-Serra como aquele outro seria pró-Dilma.

Ai, ai… Este blog completa quatro anos depois de amanhã. O arquivo está aí. Ao longo desses anos, escrevi textos sobre os mais variados assuntos:
-política;
- economia:
- Oriente Médio;
- eleições americanas;
- terrorismo;
- religião;
- aquecimento global;
- células-tronco embrionárias;
- Saramago;- humor (não confundir com Saramago!);
- Gramsci;
- Tocqueville;
- aborto;
- Maquiavel;
- Waldick Soriano (não confundir com Emir Sader);
- imprensa;
- sexo;
- Fernando Pessoa;
- Carlos Drummond de Andrade;
- minhas filhas;
- Graciliano Ramos;
- educação (não confundir com Fernando Haddad);
- Lula (não confundir com propaganda);
- propaganda;
- culinária;
- Dois Córregos;
- Corinthians;
- Seleção Brasileira (não confundir com Dunga);
- Pipoca (a cadelinha);
- Igreja Católica….

Sim, esta página já publicou textos até sobre José Serra!!!

Nesse período, este blog usou a lógica para furar o paredão das mentiras convenientes — alguns furos de alcance, tenho de dizer, mundial: provou que golpista, em Honduras, era Manuel Zelaya e que sua deposição era constitucional, o que hoje é de domínio público; conseguiu corrigir um erro de tradução de uma encíclica papal (!!!) que punha na pena do papa o que ele não havia escrito; evidenciou um falso caso de “racismo” contra uma brasileira na Suíça; deu em primeira mão as ligações da tal organização humanitária turca (aquela da flotilha) com os terroristas do Hamas; foi o primeiro a chamar a atenção para os descalabros do tal Programa Nacional-Socialista dos Direitos Humanos…

Blogueiros rancorosos, no auge de sua decadência — alguns financiados; outros com o traseiro ainda na fila, à espera de financiamento —, não se conformam. Com o quê? Em primeiro lugar, com o sucesso desta página. Sabem quantos leitores eles têm de verdade e podem ao menos supor quantos tenho. Também ficam injuriados ao constatar que não, esta não é uma página de Serra, embora ninguém tenha o direito de duvidar do que considero o melhor para o Brasil — mesmo eu já tendo explicitado aqui divergências que não são pequenas com o presidenciável tucano.

Huuummm… Não sou um social-democrata ou algo assim. Sou bem mais conservador do que isso, certo? Há tucanos que me detestam de modo dedicado. A minha escolha eleitoral, que é PARCELA MÍNIMA das coisas de que trato aqui, será determinada por aquilo que chamo “Questão Democrática”. Meu voto vai responder a seguinte indagação: “Quem mais contribui para assegurar as conquistas democráticas?”

Estou certamente entre os mais lidos da Internet na área em que atuo — e eles sabem disso —, mas não me considero um “blogueiro popular”. Seria ridículo imaginar que as coisas que escrevo servem à campanha eleitoral porque nem sou exatamente compreensível “para as massas”. Então por que o blog incomoda tanto? Porque estou entre aqueles que rompem a sonhada unanimidade dos totalitários.

A canalha não se assanhe. O Ministério Público Eleitoral certamente lê tudo o que escrevo — porque todo mundo lê. Para tirar esta página do ar, será preciso atentar contra a Constituição. Pode até ser que esses vigaristas, um dia, venham a ter bala na agulha para isso. Por enquanto, não têm. E eu continuarei a denunciar as suas tentações.

E um conselho final aos vagabundos: em vez do esforço para tirar meu blog do ar, tentem fazer um melhor do que o meu. Pô, parem com essa mesquinharia que noto aqui e ali contra a VEJA ou a Globo, para citar dois casos… Não é dinheiro que os impede de fazer a” sua” VEJA, a “sua” Globo ou o “seu” blog do Tio Rei.

O que lhes falta é, antes de tudo, talento!

Um comentário: