terça-feira, 10 de novembro de 2009

AERUS - O CIRCO DOS HORRORES.....Texto do Comissário Aposentado Carlos Lira

AERUS - O CIRCO DOS HORRORES
SNA - O Circo dos Horrores


"O pior da ignorância... é que... à medida que se prolonga, adquire confiança." (Autor desconhecido)


"A ignorância é a noite da mente: mas uma noite sem lua e sem estrelas." (Confúcio). Foi exatamente o que presenciei esta tarde 9/11/2009 na sede do SNA: a noite da mente provocada pela ignorância de uma pequena parte dos que estiveram presentes nesta "pseudo reunião" para tratarem de "assuntos" relativos ao AERUS. A sala estava completamente cheia, repleta de ansiosos ouvintes na vã esperança de ouvir uma notícia alarmante, uma notícia que iria encher de ânimo e confiança a todos os presentes. À medida que os oradores em nada acrescentavam, a platéia ia diminuindo, as pessoas abandonavam o recinto mais tristes do que antes.
O primeiro a falar (ou recitar a mesma baboseira) foi o presidente da APRUS (como todos sabem ele é uma espécie de tentáculo desta teia macabra em que anda envolvido o SNA de hoje) e para ilustrar o que escrevo, o mesmo propos uma coleta pecuniária para ocupar a página de um jornal divulgando o drama que o aposentado do AERUS está vivendo e, com isto, sensibilizar o governo. Idéia originalíssima, não? Tiveram TRES longos anos para fazerem isto e muito mais ... o que fizeram? Alguém sabe dizer? Seria bem melhor que o mesmo confessasse à platéia a sua ignorância do que de teimar num discurso tolo e sem conteúdo. Como sem conteúdo foi o transcurso dessa reunião sem conteúdo aparente porque debaixo de tudo isto existe uma trama diabólica.
Depois o fundador dos "Camisas Pretas" deu o ar de sua graça, mostrou realmente a que veio ou a que vai para terminar no que foi. Os que participaram do movimento dos "Camisas Pretas" não se sintam traídos, acreditaram, participaram e, em verdade verdadeira, foram realmente os verdadeiros heróis porque acreditaram e participaram sem nenhuma sombra de dúvida ou qualquer manobra. Foram transparentes e "combateram o bom combate" e se reuniam num único ideal de justiça, solidariedade e amor. Chega um momento na vida de cada um que torna necessário o cair da máscara e a verdadeira face ser mostrada. Hoje, precisamente na hora do apronto, a máscara foi arrancada e surgiu a verdadeira face do movimento "Camisas Pretas" de triste memória. Se nunca o assunto SNA e sua dirigente foi tocado, da mesma forma foi omitido. Vida que segue...
O melhor, isto é, o pior, estava por vir: o vulcão iria entrar em erupção neste trágico "Circo dos Horrores": a Senhora do SNA, do PT registrada, a que "tem um presidente amigo" ou "amiga de um presidente" exibiu a sua "grandiloquência" vomitando os fatos passados, as mentiras de sempre diante de uma platéia que sempre a acompanha: os mesmos de sempre, acrescentado com os dois "diretores" dos "Camisas Pretas de Triste Sina". Foi uma triste cena: os adeptos se espalhavam em lisonjas, em aplausos e gritinhos. Mas dizem que a preguiça e ignorância revoltam-se sempre contra aplicação, verdade e talento daí a verdadeira razão para tanta euforia. A senhora "anistiada" anunciou que é chegada a hora de promover passeatas, bem comportadas, é claro! Enviar mensagens via internet aos senadores e deputados, mensagens "bem comportadas" é claro", reunir duzentas pessoas para irem à Brasília, cada um pagando a sua passagem, é claro! E a platéia delirava, os adeptos e seguidores da "Sacerdotisa do Mal" pareciam as personagens anestesiadas pela quintesência tal qual no filme "O Perfume". Chega-se à conclusão de que só existe uma treva: a treva do conformismo, a treva de uma mente limitada e sem viço. Nada, portanto, nada foi acrescentado. Num ponto, a Senhora que mente foi verdadeira: a mesma não garante milagres, não garante nada e nada de concreto irá acontecer. De enrolação em enrolação ela vai "empurrando com a barriga" até chegar o momento final, mas para a mesma não existe momento final porque a luz do saber ela evita que seja projetada aos que a cercam. Senhora dos ignorantes é pródiga em maquiar a verdade, infundindo na mente daquela platéia a vaidade, o orgulho e a arrogância. "Há três espécies de ignorância: nada saber, saber mal o que se sabe e saber coisa diversa da que se deveria saber." (Charles Pinot Duclos) e lá se encontravam esses três tipos de ignorantes. Uma pena que seja assim. Quarta feira um novo fiasco ou uma falsa promessa surgirá para alimentar a "ignorância" dessa gente que teima em não saber o que deve aprender nesta vida de aposentado do AERUS e atrelada a uma Mulher que aprendeu a manipular marionetes. Esse foi o circo dos horrores que esta tarde eu vi.
Carlos Lira

Nenhum comentário:

Postar um comentário